quinta-feira, 28 de junho de 2012

A dança


Toque, respiração, comandos.
Passos, ritmo, pausa.
Dois, um, olhos.
Coração, dois, um.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

É que ás vezes faltam as palavras
E nesse momento é que eu preciso de um sorriso seu.
Só isso.

domingo, 24 de junho de 2012

Encanto



Não vou negar que ele tem me roubado brilho nos olhos e sorrisos largos.
Ele tem a cara da lua e um jeito meio sei lá de ser.
Me faz rir e isso me encanta.
Ele sabe ser...apenas, e admiro isso.
Mas o problema está em mim. é que eu não quero deixar ninguém entrar no meu peito...
Pelo menos até eu arrumar essa bagunça que está aqui dentro.
Agora não, mas enquanto isso continuo no encanto.

segunda-feira, 18 de junho de 2012


Não sou escritora nem ouso ser.
Sou apenas uma brincante de palavras.

Arrumando a casa...

     Ás vezes comparo relacionamentos a arrumação de uma casa. é bem assim, temos a nossa casinha linda toda arrumadinha, cada móvel no seu lugar. Aí vem alguém entra, muda a posição dos móveis  com o nosso auxílio, retira alguns, muda as cores das paredes e pronto...mudamos e nos adequamos aquele novo cantinho.
      Só que de repente aquela pessoa que nos ajudou a mudar a casa vai embora levando consigo alguns móveis, deixando alguns espaços vazios. E então tentamos sozinhos arrumar a bagunça, deixar tudo como era antes. Mas não conseguimos, faltam peças, não lembramos a ordem e por aí tentamos e prometemos que nunca mais deixaremos ninguém  entrar em nossa casa novamente. Até que outra pessoa bate na porta e então deixamos entrar, ou não.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Saudades


Sinto sua falta desde o dia que você se foi.
Desde que nos afastamos.
Desde que eu arrisquei e perdi.
Desde que não te tenho mais aqui.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Borboletear


Era o tempo de ficar ali, quietinha como lagarta no casulo.
Isolada, pensativa, envolta em si.
Era tempo de ficar ali esperando o tempo chegar, mudar.
Para enfim chegar o tempo de borboletear.

domingo, 10 de junho de 2012

-


E se eu te desse um beijo na ponta do nariz, você dormiria feliz?

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Meudemim



Tenho uma teimosia enorme, ás vezes explodo facilmente.
Mas também tenho um coração mole que vez ou outra quer arriscar de novo. (O que não deixa de ser teimosia).
Sorrisos me apaixonam, a música me arrebata e meus sentidos me contam segredos inigualáveis.
Não sou a pessoa mais incrível do mundo, mas tento não ser a mais idiota.
Procuro acrescentar na vida de quem amo.
Meus conceitos sempre se reconceituam e isso eu tenho como aprendizado.
Meus pensamentos viajam, ás vezes sem a minha permissão.
Prefiro atitudes a palavras. Mas se houver palavras que sejam sinceras e não apenas embalagens vazias.
Vivo com um pé na Terra e o outro na Lua.
Não vou querer que me entendam, mas uma dose de respeito não faz mal a ninguém.


Porque como diz LISPECTOR - "Se me achar estranha respeite também, até eu fui obrigada a me respeitar."

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Carta a saudade


Senhora saudade,

Escrevo esta carta para informar que tenho me incomodado muito com suas visitas todas as noites.
Gostaria de dormir sem os pensamentos, as lágrimas e tudo mais que você traz.
Não querendo ser grossa mas se você pudesse diminuir suas visitas eu agradeceria preciso de um tempo pra mim, sem você por perto.
Até que (caso ocorra) eu sinta sua falta você pode voltar, mas aos poucos como em conta-gotas e não de maneira brusca como tem sido nesses últimos dias.

Desde já agradeço a compreensão

A indormível.