sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Sobre o ano que passou

      Foto tirada em 01/01/2013

Não desejei muita coisa para 2013, não quis criar expectativas e talvez por isso tenha me surpreendido tanto. Fiz coisas novas e novas amizades que acredito eu, levarei por toda a vida. Fortaleci os laços com antigos amigos e percebi que algumas pessoas ficam sempre & sempre independente do que aconteça. Aprendi a exercitar mais a minha Fé a cada dia e a importância de estar ao lado de pessoas que me aproximam de Deus. Pude perceber também que tudo que fiz com cautela deu certo, ou seja se não foi, não seria e pude entender o significado de cada "perda". "Perdi "uma pessoa querida mas como diz uma letra de Catedral a semente está plantada e vai florescer. Enfim só tenho a agradecer a  Deus pelo ano que está indo e desejar simplesmente isso: nada, e fazer de cada dia um novo sonho.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Lidos em 2013

Queria ter lido mais, porém ...rs

O Casamento- Nicholas Sparks
Na Jornada com Cristo- Max Lucado
A provisão de Deus- Silas Malafaia




O lago da Palma- Adonias Filho
Tudo Menos  Normal- Nora Raleigh










Que Momento -  Antônio Dutra Jr (Ton)

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

15 fatos estranhos sobre mim.

Mais uma tag que vi no blog da Cinthya Rachel.

1. Qual apelido que apenas sua família te chama?

Táta. Por muito tempo minha mãe me chamou assim, hoje não mais.

2. Qual hábito estranho você tem?

Olhar para o nada e viajar na maionese.

3. Você tem alguma fobia estranha?

Tenho fobia a muita gente em lugares fechados.

4. Qual música você canta em voz alta?

Muitas.

5. Qual mania dos outros mais te irrita?

Sacudir as pernas.

6. Quando você está nervosa qual hábito você pratica?

Cruzo as pernas e os braços e mordo os lábios inferiores.

7. Qual lado da cama você dorme?

Quase sempre esquerdo.

8. Qual foi o seu primeiro bicho de pelúcia e qual o nome dele?

Aff não lembro, mas eu acho que foi um pato, mas eu o decapitei sem querer, rs. Não lembro o nome.

9. O que você sempre pede no Starbucks?

Nunca fui.

10. Uma regra de beleza que você prega mas não pratica?

Não prego nenhuma regra de beleza.

11. Que lado você fica no chuveiro?

? No centro

12. Você tem alguma habilidade estranha com seu corpo?

Imitar o pato Donald (boca), é estranho mas as crianças gostam.

13. Qual fast food você sempre come?

Hamburguer.

14. Qual frase de exclamação que você sempre fala?

Nossa!

15. Na hora de dormir o que você realmente veste? 

Baby Doll, pijama.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Notas sobre um momento


Ele estava tocando concentrado. Naquele momento nada era mais importante que o seu violão.Olhos baixos e o pensamento percorria as notas musicais. Ela o observava discretamente, sem deixar pistas ou rastros de qualquer admiração. Que segredos traria ele por detrás daquele sorriso?
Então de repente a melodia ficou suave e nesse momento só havia notas, acordes e uma canção que descrevia perfeitamente aquele momento.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Concurso Literário.



Ganhar um livro é bom, com um conto seu, melhor ainda.


Revelações Literárias: Contos, Crônicas e Poemas. Organizador: Ricardo Tupiniquim Ramos

Livro elaborado com os textos  vencedores do concurso literário Nadja Nunes realizado pela Uneb (2012).
O concurso foi composto por três modalidades de texto: conto, crônica e poesia.
Meu conto publicado foi Encontro com algumas pequenas alterações.
Meu pseudônimo: Lara.


-



E aquela menina, cabeça de vento.
Se deixou ser levada pelo coração, aquele moleque traquina

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Tarde de chuva



A chuva cai na janela e me faz lembrar dela.
Tão leve e bonita.
Tão lembrada e vivida.
Minha infância querida..
.
28/11/2013

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

E se eu te perguntasse?


E aí pessoas? O blog anda meio paradinho esses tempos (sem tempo, sem inspiração, enfim...). E vou confessar que também não gosto muito de responder a questionários, memes, etc. Mas essa eu vi no blog da Cinthya Rachel  e achei bem legal. Então vamos lá.

1- Você tem alguma mania? Qual?
Vamos lá, digamos que o que eu mais tenho são manias, mas não são superstições, são manias mesmo.
 Ex: Dormir sempre virada pra parede.
Coçar a cabeça quando estou com sono.

2- Você cumprimenta estranhos na rua?

Depende, se a pessoa me cumprimentar eu acredito que a pessoa me conhece então cumprimento de volta (mesmo sem saber quem é).

3- Quem faz os serviços domésticos na sua casa?
Geralmente é minha mãe (ainda moro com meus pais), eu faço algumas coisinhas aqui e ali.

4- Você acha que às vezes acaba comprando produtos sem necessidade?
Fazia muuuuito isso, confesso que estou me policiando mais. Tenho lido uns livros de finanças pois preciso economizar URGENTE (formatura chegando).

5- Você fuma?

Não.

6- Quantas pessoas moram na mesma casa que você?
Três pessoas- papis, mamis e mana.

7- Você tem medo de envelhecer?
Um pouco , na verdade é mais medo de me tornar dependente.

8- Você usa maquiagem vencida?
Não, morro de medo.

9- Qual a sua prioridade na vida?

Deus e família.

10- Você joga lixo na rua?
Não, odeio isso. Minha bolsa parece um recipiente de coleta seletiva, rs.

11- Você está lendo algum livro? Qual?
Na verdade ando meio atrasada  em minhas leituras (graças a faculdade). Estava lendo Que Momento do Antônio Dutra Jr  mas o livro sumiu ente meus livros e papéis ainda não o encontrei.

12- Com que frequência você faz as unhas?
Não vou negar que só mensalmente sou relapsa em relação a essas coisas. Ás vezes futuco aqui e ali, mas não sei pintar e isso é frustrante.

13- Você usa hidratante para o rosto? Qual?
Ás vezes um da Avon (não lembro o neme).

14- Quais os itens de maquiagem que você usa no dia a dia?
Máscara transparente, lápis de olho marrom e um batom rosa, basicamente isso.

15- Qual câmera você usa para gravar seus vídeos?
Estou sem máquina, mas faço no celular mesmo.

16- Qual seu cheiro agora?
Fritura (estava fritando empanados).

17- Você acha que os produtos caros são sempre os melhores?
Nem sempre, já me decepcionei muito com produtos caros, principalmente maquiagem.

18- Ao sair de um supermercado você percebe que o caixa lhe deu R$ 50 a mais no troco. Você volta e devolve o dinheiro?
Volto, o dinheiro não é meu.

19- No ônibus ou em fila de banco, você dá lugar para os idosos?
No ônibus sim, na fila do banco não que eu lembre.

20- Você é uma pessoa sociável?
Não, depende, pra falar a verdade nem sei mais. Eu era a típica antissocial na infância e início da adolescência, depois me tornei uma pessoa mais sociável, hoje tenho me retraído mais.

21- Seu celular está sempre com créditos?
Ultimamente sim. Uso um plano controle para não ocorrer de ficar sem créditos em uma situação de emergência.

22- Caso fosse fazer uma cirurgia plástica, o que você mudaria?
Meu pé - é tipo muito estranho.

23- Sua melhor amiga está sendo traída pelo marido ou namorado. Você contaria caso você soubesse?
Sim.

24- Você comete algum dos pecados capitais? Qual?
Gula serve? Ás vezes como demais.

25- Você é feliz?
Sim.

26- Você é uma pessoa vingativa?
Já fui, hoje não mais.

27- Já se sentiu evitado por uma ou mais pessoas em algum momento da vida?
Sim, muitas vezes.
Não sou o tipo popular ou sociável, extrovertida.
Sou o típo estranha então...

28- Você acredita que as pessoas mudam?
Acredito que mudam quando elas querem e não quando forçam isso.

29- Você gosta de ser visitada com frequência?
Não muito.

30- Tem gente que diz que o YouTube é coisa de gente que não tem o que fazer. O que você acha disso? 
Nem sei, nunca parei para pensar sobre isso.

Respondido em 23/11/2013

P.S- para minha surpresa respondi mais rápido do que imaginei.

domingo, 10 de novembro de 2013

...


Imagem: John Costa

Amor não tem eira, nem beira.
Não tem teto, nem chão.
Só é amor se não tiver explicação.

domingo, 27 de outubro de 2013

Primeiras palavras

Fui ao hospital, com medo claro. Hoje, mãe de dois filhos, já adultos por sinal, 53 anos, cabelos brancos e uma vida cheia de marcas. O que eu estava fazendo? Por que estava retornando para parte do meu passado? O que eu iria falar? Quando o vi ali, imóvel, rugas revelavam o tempo que passou...quanto silêncio entre nós. E agora ali: face a face. Ele estendeu  uma das mãos e segurou a minha, sua fala era baixa e as mãos estavam trêmulas. Então quase engulindo as palavras ele disse: - Me perdoe! Lágrimas brotaram em meu rosto, por trinta anos esperei por essas palavras. Essas primeiras palavras de muitas que estariam por vir. E naquele momento pude ver em seu olhar: que le não havia morrido, estava adormecido, fraco, mas despertou, como se houvesse renascido: o nosso amor.

Continuação do texto(Des )encontros

domingo, 13 de outubro de 2013

...


Por mais que eu fuja, por mais que eu corra, parece que todos os caminhos me levam até você.
Todos os tropeços, levantes e curvas.
Todas as histórias, amigos, lembranças.
Todos os sorrisos, bobos, leves e saudosos.
Todas as cartas apaixonadas.
Todas (ou quase todas) as lágrimas derramadas.
Você está aqui.
Sempre esteve.


Só falta...

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Des(encontros).

Trinta anos se passaram desde aquela nossa "conversa" . Trinta anos, quanto tempo... e nesse tempo me casei com um advogado amigo da família. Um advogado bem sucedido profissionalmente e de boa aparência física.Tivemos dois filhos, um casal, o maior presente que eu poderia ter. Mas infelizmente meu casamento não durou muito, com dez anos de casados meu esposo pediu o divórcio, ele tinha seus motivos: faltava amor, sobrava rotina e indiferenças. Não quero lembrar dessa fase da minha vida, quero falar sobre o que aconteceu nos últimos meses. Dois meses atrás recebi uma notícia- Ele (o meu passado distante, o amor que foi embora sem ao menos dizer adeus) havia sofrido um acidente e estava internado em estado grave. Falou aos familiares que queria me ver, falar comigo. Fiquei surpresa e mesmo com medo decidi ir ao seu encontro. Que surpresas estariam me reservando o futuro...?

P.S- Para entender melhor a história sugiro ler   Fale agora ou cale-se para sempre..      . 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

...





Que o vento sopre 

Que o vento leve...


Que eu seja leve, levando a vida.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Fale agora ou cale-se para sempre.


"Fale agora, ou cale-se para sempre." Foi assim que iniciou a nossa conversa naquela noite chuvosa.

- Fale agora tudo o que sentiu, pensou, tudo que está nessa sua cabeça estrategista. Fale os seus medos e tudo que ficou entalado todos esses anos. Cuspa todas as sua verdades, semiverdades e até inverdades. Todas as palavras que fizeram esse nó em sua garganta e em minha mente.

Ou...

- Cale - se e deixe passar mais um dia, mais um mês, mais um ano, mais uma oportunidade. Deixe o tempo passar  e emaranhar nossas vidas. Cale-se para sempre e deixe passar a chance de enfim nos acertarmos e sermos felizes.

Então decida-se: fale agora ou deixe que o silêncio reine entre nós outra vez.

E ele partiu, sem nada dizer.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Por você...


Estava aqui pensando, poderia me mudar meu nome para Maria Joaquina Amoreira se você quisesse, ou qualquer outro nome não tão atraente. Não que fosse necessário, mas por você não mediria esforços mudaria nome, sobrenome, endereço... Só para te ter por perto, só para matar essa saudade que sinto quando estamos longe. Por você passaria dias, meses, até anos viajando.e conhecendo o mundo. E Marte ? Por que não? Iria a Marte contigo (Tá bom, Marte é um pouco demais). Mas o que quero dizer meu bem é que com você não há distâncias, desafios, problemas. Com você acordaria todos os dias olhando para teu lindo sorriso e afirmaria que teria feito a melhor escolha de toda a minha vida ao ficar do seu lado.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Inconclusos.

                                                                       Imagem: We heart it

Entre a coragem e o medo.
Entre a razão e a emoção.
Entre a vitória e a derrota.
Entre o amor e a solidão.
Quem somos nós quando estamos entre o eu e o outro? Entre a mentira e a verdade?
Quem somos nós quando ainda não demos o primeiro passo rumo ao outro lado, ou rumo a lugar nenhum?

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Queria ser o seu sorriso...

“Queria ser o seu sorriso”. é ser é mais que ter. Eu queria ser o motivo do seu sorriso. Mesmo que fosse de longe. Mesmo sem razão. Se eu sorrio assim do nada, a culpa é sua. A culpa é sua por me dar atenção e me tratar bem.
Se existissem menos “queria” e “se" talvez existissem menos planos, menos previsões, menos só hipóteses e quem sabe os sonhos fossem mais realidade, as comédias românticas fossem mais comédias do que românticas e dai? O coração também tem que nos fazer sorrir, se todo mundo pudesse conviver com uma crise de risos, seriam muito mais risos do que propriamente crises.
Talvez eu queira sair um pouco da minha cabeça e entrar na sua, dominar alguns pensamentos, como poucos já fizeram comigo.
Esse seu sorriso, cabe em alguns olhares e eles já saíram por ai fazendo com que alguém se apaixonasse sem pretensão, subestimando qualquer olhar que o contornasse com outro. Ah esses olhos, eles já fizeram algumas distâncias mais próximas, alguns pés sem chão e já fizeram até o ridículo de encontrar formas em nuvens, ou não tão ridículas assim. Um dia foi dito, que os olhos poderiam se apaixonar por um sorriso, eu não estou certa quanto á verdade disso, mas também não negaria a possibilidade, quem sabe isso acontece o tempo todo e ninguém consegue qualificar.
Esse "se" te coloca em defesa e te garante o princípio da dúvida, de como seria se você tivesse deixado que seus olhos se apaixonassem, gostassem, ficassem, mudassem. E se você fizesse diferente é por que teria que ser diferente, depois do que está feito, as coisas não tem uma hipótese, elas não devem atender outros caminhos ou entrelaçar sua criatividade com sua a sua vontade imediata, não desse contorno as suas escolhas, elas foram exatamente o que no tempo estava escrito e se tudo for mudar um dia, não será pelo “se" que você configurou no modo contínuo e descontrolado, será porque alguém sabe que o seu momento chegou, um alguém parou de embaralhar as peças do seu tabuleiro, parou de brincar de mágica com seu baralho e esconder a sua carta, alguém resolveu parar de tirar coelhos da cartola, alguém parou de armar e desarmar o seu circo. É hora de verdade, de você correr o risco e deixar que o seu sorriso seja meu e que o meu sorriso seja seu e que sejamos um do outro como um rio que corre para o mar como o mar que anseia o paraíso como um mundo em um único riso.

Ariana Coimbra e Talita Carvalho

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

*

Imagem: We heart it

Ela não se enquadrava. Não seguia os padrões. Era uma adolescente de 15 anos mas parecia uma metamorfose ambulante. Um lagarta virando borboleta, mas estava bem na fase da lagarta mesmo. Visualmente não chamava a atenção, a não ser por sua esquisitice. Ela era um misto de nerd com menina sem graça.
Enquanto todas as outras garotas da sua idade estava correndo atrás dos caras mais velhos, ela só queria saber de correr atrás dos estudos. Seus amigos a enxergavam como brother. E ela gostava de sua vida assim: romance, só nos livros e na boca em vez de beijos, chiclets de menta

domingo, 4 de agosto de 2013

Ei cara!


Cara, você é tão lindo, com todo seu ser. Sei lá cara o que me deu . Não sei, só sei que há muito tempo não me sentia assim: sonhando, fazendo planos com uma pessoa que não faz ideia do que está passando por aqui, ainda.. Cara você é tão você, tão único, mas eu tenho medo sabe? Não , não é medo de você, é medo de mim. Medo de me iludir, medo de me entregar demais, medo de me machucar. Tenho medo de compartilhar minha vida, meus segredos com um outro alguém e esse alguém partir e levar parte de mim. 
É cara sou medrosa e então fico aqui sonhando no meu canto. Fico aqui sem nada dizer. 

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Carta sem remetente.

Imagem: We heart it

Te escrevo essa carta sem remetente. Para não saber que sou quem te escreve, para que não descubra o quão fraca sou sem você.
Queria saber como você está. Vou te dizer: fica cada vez mais difícil essa distância entre nós, esse laço desfeito que você insistiu em desatar.
Mas sabe de uma coisa? Eu prefiro te ver livre, mesmo que para isso eu fique presa a saudade e a solidão.
Te escrevo essa carta por mim também, para que eu tenha forças para continuar. Continuar de pé não é tão fácil assim. 
Te quero bem, meu bem querer.

Te escrevo uma carta sem data por acreditar no futuro.
Te escrevo uma carta sem remetente na esperança de você voltar.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

-



"Um narrador pode não ser confiável. Ele pode estar dizendo a verdade ou apenas a 


verdade como ele a vê. Há um livro famoso assim, onde o narrador está mentindo
.
 Ele julga a todos no livro, exceto a ele mesmo. E ás vezes é difícil dizer o que está 

acontecendo. Difícil de dizer o que é real e o que não é."




Tudo Menos Normal- Nora Raleigh

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Querida prozinha...


Querida prózinha...(prozinha não como diminutivo, mas como afeto e carinho) hoje tive uma notícia ruim, soube que você foi embora... assim sem avisar. De início não acreditei...mas aos poucos  a ficha está caindo e não sei como vai ser quando cair por completo. Eu nem pude me despedir...
E desculpe mas não vou para o enterro, não gosto, as pessoas ficam tristes e eu não posso fazer nada pra ajudar, me sinto inútil.Além de que quero lembrar de vocÊ como sempre foi, feliz com a vida e persistente exemplo de fé e luta.
Não estou muito triste porque vocÊ queria falar com Deus e conhecê-lo mais de perto, mas não precisava adiantar tanto o processo. Queria que você me visse formada, você que sempre levou o conhecimento e os estudos tão a sério. Acredito que se orgulharia de mim. Apesar de não estar tão triste, está doendo, aos poucos e sei que depois vai doer mais. Está doendo porque sei que a saudade vai bater e eu não vou te ver por um tempo está doendo porque sei que vai ficar um vazio em muitos corações, principalmente dos teus filhos.
Prozinha estou escrevendo mas sei que vocÊ não vai ler. Estou escrevendo porque não sei lidar com mortes, perdas e não entendo sobre finais e eternidade. Minha mente é muito pequena para entender certas coisas. E sei que parece um texto infantil prózinha mas é que quando se trata desses assuntos sou quase uma criança querendo colo e pior não sei externalizar meus sentimentos, então escrevo.
Escrevo prozinha na esperança de arrumar algo por qui por dentro... na esperança de me encontrar nessa bagunça que fica aqui.

Obrigada por tudo...

Sei que nos veremos depois.



Tenho certeza que vou te encontrar não sei o dia nem a hora, mas sei o lugar.
Sei que você está bem, mesmo assim isso não me impede de chorar ♫

sábado, 13 de julho de 2013

Keep the Faith!


Que a minha FÉ seja maior que os meus problemas, maior que as minhas dúvidas, maior que as minhas dores, maior que os meus temores.
Que a minha Fé me faça alcançar o inalcançável, romper barreiras, inclusive as do meu próprio ser.
Porque ter Fé é acreditar no inacreditável e ter esperança de alcançar o que aos nossos olhos parece impossível.

Keep the Faith!

terça-feira, 2 de julho de 2013

-

- Tá, eu sei que esses dias não tem sido fácil pra você. Ele te enganou mais uma vez e você se sente mal, "traída". Eu sei que as palavras machucam mas liga não menina. A vida é assim altos e baixos, retas e curvas. Você tem parar de chorar e se lamentar pelos cantos. Se o dia é de chuva pinta um sol na parede do quarto e sorria. Sei que parece clichê, sei que parece besteira mas o tempo que você usa chorando é o mesmo que você pode usar sorrindo (sem contar que não vai te dar olheiras e inchaços nos olhos). Levanta menina, enxuga o rosto, passa uma maquiagem e vista-se com o seu melhor sorriso. Mexa-se e dance na pista...porque a vida é um show e não pode parar!

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Por aí...

Continuando aquela lista (que eu não sei se vou conseguir terminar)...

Os lugares que eu quero ir:


  • Chapada Diamantina- BA
  • Foz do Iguaçú- RS
  • Ouro Preto- MG
  • Veneza- Itália
  • Japão

Lugares que eu quero voltar:

  • Morro de São Paulo- BA
  • Petrópolis- RJ

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Ausência presente.


É quase impossível não imaginar teu rosto ou até mesmo sua presença em certas pessoas e certos sorrisos. Eu nunca deixei de pensar nisso, mas esses dias têm sido realmente difíceis. É estranho, mas continuo te escrevendo diariamente, ainda que mentalmente.
Se você ainda vive em algum lugar, além de mim, deve ter notado.
Inclusive que, eu nunca vou deixar de te imaginar por aí. Nunca vou te esquecer e isso não é uma promessa, isso é tão parte de mim quanto qualquer outra coisa que eu queira esconder do mundo lá fora.
É tão parte de mim quanto o meu coração que palpita todos os dias na esperança de te reencontrar...
Como cada lágrima que desce ao ver as fotos rasgadas e envelhecidas com o tempo.
Te vejo em cores e sombras, em rostos e mãos. Te vejo em todos os lugares. Te ouço em cada música que me lembra você. Você está lá, ali, você está em mim e eu te peço não sai daqui.
E se já saiu e eu não percebi, volte. É bem mais fácil carregar o peso da vida ao seu lado.


 Ariana Coimbra ( Pensamentos em Palavras) e Talita Carvalho

sábado, 8 de junho de 2013

A casa é sua


A casa é sua pode entrar pequena.Tire os sapatos, coloque-os onde quiser. Preparei um chocolate quente para você e coloquei a sua música favorita para embalar essa tarde de inverno. Se você quiser posso embalar teu sono, ou te trago um café, ou faço um cafuné. Ah pequena entre e fique, faça daqui o seu lar. Que eu encontre fios dos teus cabelos ruivos no meu paletó e que seu perfume fique espalhado pela casa. e que eu acorde todos os dias olhando para o teu lindo sorriso. Ah menina, fique!

A casa é sua, pode entrar.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Participação no Sorri pra Lua da Maya Quaresma

Sob a luz da lua: Sorri pra Lua #2: A lua coisa linda dessa vez veio de Salvador, Bahia. Luz iluminando em meio a escuridão. Muito linda a foto!! Talita Carvalho.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Você me bagunça.


Você me bagunça, tumultua tudo aqui por dentro e eu odeio isso. Odeio quando você mexe com toda a minha estrutura, quando desorganiza tudo que já tinha lugar certo. Parece um vendaval e sai tirando tudo do lugar. É como se abrisse a gaveta do meu coração, pegasse os papéis e jogasse todos pra cima, ao vento. Eu sempre me arrumo, rearrumo....mas aí você chega e causa essa tsunami de sentimentos, essa tempestade de incertezas e eu levo tempo me organizando e você volta e o ciclo continua, (in) felizmente.



Você me bagunça e tumultua tudo em mim ♫

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Tentando...

Nunca tive paciência para responder memes e listas mas me interessei muito pelo Projeto 101 coisas em 1001 dias então vou fazer. Não farei como um plano com uma data determinada, colocarei as coisas que quero fazer independente do tempo que levarei. Agora, vou fazer a lista por partes, para não perder a paciência, nem enlouquecer. Farei porque acho que vai ser um bom exercício mental . Então vou postar aos poucos, hoje postarei saúde e estética.

Saúde:

1- Entrar na academia
2- Ir ao médico regularmente e não apenas quando precisar
3- Cortar a imensa quantidade de colesterol ruim ingerida por mim.

Estética:

3- Usar protetor facial todos os dias.
4- Ir a manicure semanalmente
5-Hidratar o cabelo no perído recomendado.
6 Ir ao salão ao menos uma vez ao mÊs pra dar um Up no visúu.
5- Cortar o cabelo bem curto

sábado, 11 de maio de 2013

Só isso..


Me apaixonei por um sorriso. É eu sei que quase sempre me apaixono por sorrisos mas dessa vez foi diferente. Quando eu o vi pela primeira vez não consegui deixar de reparar. Ele sorria com a alma de uma forma tão intensa que me contagiou, mexeu aqui dentro e aí já sabe...brilho nos olhos *-*
Aquela sensação de borboletas no estômago que a um bom tempo não sentia e aquela loucura de pensar o dia todo na mesma pessoa, em imaginar um provável futuro recente.
É, acho que já era...
E agora moço?
Que nossos sorrisos se encontrem, que sejam ainda maiores e mais largos e quem sabe possamos escrever uma história linda. Porque alguma coisa em você me tocou forte aqui dentro e eu torço de olhos fechados que tenha de alguma forma tocado aí dentro também.
SOr isso.




segunda-feira, 6 de maio de 2013

Lugar certo.




Eu aqui, você lá.
Mundos distantes parecem não se encontrar.
Mas se procuro meu lugar.
Em seu coração encontro o meu lar.






quinta-feira, 25 de abril de 2013

Espelho, espelho meu...


Sabe eu admiro aquelas mulheres que sabem se arrumar, que andam com a maquiagem impecável, que não descem do salto, que montam looks incríveis, que conseguem chamar atenção pela sua beleza e elegância. Admiro, acho lindo, queria ser assim, mas não sou, não consigo e sim já tentei. Confesso que até lia sites de moda diariamente. e tal mas não sei, não dá. É que eu prefiro minhas Havaianas a um Scarpin e um All Star a uma sandália de salto quilométrico e meu cabelo fica bem longe do impecável. E antes que vocês pensem, não, não sou uma "anarquista" da beleza, em  alguns dias sim eu uso salto, faço uma maquiagem legal. Mas no dia a dia, prefiro meus pés bem perto do chão e o rosto e cabelos ao vento. Não sou o estilo menina moleca , mas sei que ás vezes saio perdendo com esse meu jeito de ser, porque a quem iremos enganar? Os homens olham a beleza sim. Mas de que adianta eu colocar um salto , uma maquiagem impecável todos os dias e o meu pensamento ser me desfazer disso o mais rápido possível.? Porque convenhamos que alguns sapatos são verdadeiras torturas físicas e psicológicas. Não sei, só sei que sou assim e vou confessar que por essas e outras ás vezes me sinto estranha. Naturalmente estranha, estranhamente natural.

sábado, 13 de abril de 2013

Sabe moço?


Sabe moço o que eu quero?
Eu quero um amor. Não quero nenhum galã de cinema, mas quero alguém lindo na sua forma de ser.
Quero alguém que me leve para passear nas tardes de domingo, alguém que me faça sorrir.
Não precisa ser o mais forte, mas que me proteja com todas as forças que possui. Não precisa ser rico, mas que construa tijolo por tijolo as paredes da nossa relação. Eu quero alguém que cite Shakespeare inesperadamente em uma conversa qualquer.
Eu quero um amor calmo, tranquilo, que não tenhamos pressa, pois o mundo já anda apressado demais..
Sabe moço eu quero um amor pra toda vida. Daqueles que permanecem assim juntinhos, assim velhinhos.
Eu quero cartas, beijos no nariz e todas aquelas bobagens de casais apaixonados. E que essa paixão se reacenda todos os dias.
Sabe moço, eu quero um amor.
Sabe moço, eu quero você.

-Me faça rir, me faça feliz ♪

terça-feira, 9 de abril de 2013

Sem direção

Sabe quando tudo escurece  e ficamos sem direção? Assim sem rumo, sem solução.
É, esses dias tem sido assim. Porque o medo e a vontade de mudar estão andando juntos, lado a lado.
O orgulho e o arrependimento também..
Eu preciso pegar um caminho. Apenas um.
Escolhas, sempre elas...
Qual rumo tomar? que direção darei a minha vida?

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Das coisas que eu preciso...


Eu não preciso de muitas coisas.
Mas tem coisas que eu preciso demais.
Você aqui é uma delas.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Color-indo



                                          Imagem: Malena Flores


Seja Outono ou Primavera



Ela vem cheia de cores



Tinta e papel na mão


Ela é Malena Flores.





                                                                                                                      (Dedicado a uma amiga virtual.)



Esse não seria pra você


Não seria pra você os sorrisos, as declarações, as promessas.
Não seria pra você os presentes, as canções, as poesias.
Não seria pra você meu coração, mas você o arrebatou.
Não seria pra você o meu futuro mas você o desenhou.
Não seria pra você esse texto e todos os demais.
Não seria...mas é.
Rabiscado entrelinhas e entre meios sem final...

domingo, 17 de março de 2013

Ainda falta, ainda resta.



E ainda tem tanta coisa, ainda tenho tanto pra caminhar, pra aprender.

Tantas pessoas, lugares, sonhos.

E ainda resta esperança...

Ás vezes o mundo parece pequeno demais. Ou seriam meus sonhos grandes demais?

Não sei! Mas ainda resta esperança. 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Qual é o dia de sorrir?


Todo dia é dia de sorrir.
Todo dia é dia de levantar a poeira e sacudir os sonhos.
Todo dia é dia de voar mais alto, mais longe, além.
Todo dia é dia de ser feliz.

domingo, 3 de março de 2013

A maré

 
                                                        Barra-Salvador/BA

A maré em silêncio.
A maré é silêncio.
A maré, silêncio.
A maré.

Amar em silêncio
Amar é silêncio.
Amar, silêncio.
Amar.

Amar é a maré que transborda.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

...


Você me encontrou perdida em meio a uma tempestade de neve. Eu tinha uma ferida grande e profunda. Uma flecha havia acertado meu coração. Consegui tirar a flecha mas a ferida continuou lá, sangrando, então você veio como um raio de sol e me aqueceu, me conheceu no pior estado, meu coração havia sido congelado pelo frio da tempestade. Na maioria das vezes você só queria me ajudar mas em momentos de tensão eu soltei palavras que saíam como espadas afiadas e algumas dessas palavras te atingiram fortemente e te deixaram ferido também.
Você viu partes de mim que eu não queria que ninguém pudesse ver, mas também encontrou partes que não mostrei a ninguém. 
Você viu o pior e o melhor de mim.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Passando o tempo

Quanto tempo já passou!
Quanto tempo vai passar?
Quanto tempo já se foi
E eu aqui a te esperar.

Quanto tempo já passou...
Qual o tempo que virá?
...

domingo, 10 de fevereiro de 2013

De janeiro a Janeiro.


Amor, sei que não faz mais nenhum sentido te chamar assim, mas é que pelas recordações que descreverei não existe palavra mais adequada. É que quando rompemos um relacionamento geralmente as imagens que mais vem a nossa mente são as discussões, brigas, os defeitos. Mas vez ou outra me pego pensando nas coisas boas que vivemos e isso é tão bom e doloroso ao mesmo tempo. Estava lembrando de você, ouvi essa musica e lembrei de tanta coisa. O dia que você me mostrou ela foi um dia de pizza e declarações, lembrei também o dia que apostamos uma corrida e só pra não me deixar vencer você parou na minha frente e carregou até o fim do percurso (uma trapaça válida) quando me chamava de boneca, quando sorria pra mim com os olhos, quando tentávamos a todo custo nos manter juntos. Das promessas que fizemos e infelizmente não puderem se concretizar. Das suas surpresas de chocolate, das cartas, das rosas. A verdade é que você chegou em uma época em que eu estava fria, desacreditada e você aqueceu minha vida, me fez acreditar de novo em mim. E por isso sou grata, por tudo o que vivemos e por tudo o que aprendemos apesar da dor.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Amor que transborda

Te amo. Amo cada pedacinho teu.
Amo o seu sorriso assim, meio de lado. 
Amo o seu olhar desviado.
Amo o som da sua voz.
Amo quando segura a minha mão. (Se eu pudesse seguraria para sempre).
Amo o seu jeito de me deixar sem graça e quando fala que me acha inteligente.
Amo quando você confia em mim, quando sabe e valoriza o fato de eu estar ao teu lado.
Amo cada detalhe: suas mãos, sua letra, sua poesia, sua música.
Eu te amo e é tanto amor que não cabe.
É tanto amor que transborda.
Transborda e escorre em forma de texto, em forma de poesia, em forma de canção.
Transborda de todas as formas possíveis para te preencher.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Do lado de fora da janela.

Homem sentado ao meio -fio de uma BR.
Cabeça baixa, barba grande, sinais e vestígios de descuído dele e/ou da sociedade.
O que trazia aquela vida? Quais marcas?
Por que olhava tão fixamente para o chão de uma BR?
Passo dentro do veículo em alta velocidade, mas aquela cena ficou em minha mente.
Será que alguém mergulhou fundo em seus olhos?
Alguém além do chão?


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Isso não é um adeus.


E só em pensar que você vai embora me dá um aperto no coração. Sério dá vontade de chorar então prefiro não pensar. Porque não sei, no fundo acredito que vai ser bom pra você. Pode ser que você finalmente se encontre de alguma forma.Sei que não vou ter mais nossas conversas no domingo. Nem vou ter mais como tentar ser sua cupido (nem sempre dava certo). Destino, relacionamentos, "sortes" no amor, amizades sempre fizeram parte de nossas conversas.
Se eu tivesse que descrever a palavra AMIGO com apenas uma palavra utilizaria seu nome. Porque você tem todas as características de um verdadeiro amigo. Eu sei que posso contar com você e isso me tranquiliza. Lembro de um dia que acordei mal (péssima mesmo) você foi a primeira pessoa pra qual eu liguei, você ainda estava dormindo, rs. E mais tarde no mesmo dia você estava comigo, não disse muita coisa mas só em estar ali minha tristeza diminuiu. Obrigada por todas as palavras de consolo, encorajamento. Os mínimos gestos, você pode até não imaginar mas fizeram toda diferença. Por todos esses motivos e os demais eu digo que te amo e sem medo de más interpretações. E saber que você não vai estar aqui, mesmo que por um tempo dói. Não gosto de despedidas. Acredito que ninguém gosta. Mas é isso: nessas linhas mal traçadas e desconexas queria que soubesse o quanto sua amizade foi e é importante pra mim.

Dedicado a meu Japamigo- Hiro 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Ela é feliz no verão.


Um raio de sol e nada mais, é o suficiente para clarear seu dia.
Ela é feliz no verão: cores vibrantes, sorrisos, praia, amigos. até os amores parecem mais lindos, a brisa mais refrescante.
No inverno não, ela não sabia lidar com o silêncio, com o frio, com a solidão.
Ela gosta do sol e de toda energia e calor que ele traz consigo. Todas as boas lembranças e momentos: música, violão, cumplicidade...
Ela é feliz no verão.


Desafio #31: She's only happy in the sun"

domingo, 13 de janeiro de 2013

Foi apenas um sonho.


Foi um sonho tão lindo. Sonhei com você, não lembro de tudo, mas lembro do principal. Estava ensolarado, mas de repente começou a chover. Corri na chuva e você veio correndo em minha direção, parou olhou em meus olhos (ah seus olhos). Você tirou o meu cabelo molhado da frente do rosto e me beijou. Não foi a chuva, não foi o beijo, foram os seus olhos. Parecia que eles estavam dizendo tudo o que eu sempre quis ouvir, só que em silêncio. Mas então acordei, não tinha chuva, não tinha você. Era apenas um sonho e como todo sonho, teve fim.

Escrito em 07/01/2013