25 de maio de 2018

As palavras fugiram


As palavras sumiram, esconderam-se, emudeceram.
Não as encontro por onde quer que procure.
Eu as perdi em meio a rotina, em meio ao caos. 
Preciso digeri-las novamente, preciso descobri- las, fazer renascer.
Frustro-me na tentativa de buscar a poesia que se foi, que me deixou, que virou as costas para mim. 
Eu que sempre fui poesia, tornei-me escrita reta. 
Talvez nos encontremos em algum horizonte distante, tão longe que ainda não consigo enxergar. 
Só espero que um dia ela volte, porque viver sem poesia é como viver sem respirar.

13/04/2018
arrows0d7e3.png arrow9ae45.png construction3263b.png
© Notas de um coração | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.