sábado, 23 de agosto de 2014

Decepções Literárias

Vi essa postagem na Revista 21, há muito tempo atrás e resolvi descrever minhas decepções literárias aqui também.


A ARTE DA GUERRA- Sun Tzu 


Uma amiga no 7º ano falava muito desse livro. Dez anos depois resolvi lê-lo, até porque outros amigos também já tinham me falado também. Em 2010 comecei a ler e simplesmente não consegui terminar a leitura, odiei completamente. Sublinhei algumas frases que isoladas faziam sentido pra mim. Só consegui concluir a leitura no ano seguinte. Sei que é um clássico milenar mas um tratado de guerra não é algo muito interessante, ao menos para mim.



Quem mexeu no meu queijo? - Spencer Johnson


A história de ratinhos e homenzinhos não me animou nem um pouco lembro de ter terminado logo a leitura só para saber o final da história. Sei que é uma história voltada para o ramo empresarial mas para mim não fez sentido algum. Achei bem chata para falar a verdade.



PARA SEMPRE-Kim Carpenter; Krickitt Carpenter 


A história é linda, linda mesmo, até por ser verídica. Mas não gostei da maneira como foi contada. Não sei, ás vezes parecia que tudo acontecia rápido demais. Sabe quando você assiste um filme e algumas cenas são cortadas? Ficou parecido. Passei toda a leitura imaginando como seria essa mesma história escrita por outro autor (Nicholas Sparks).