sábado, 6 de dezembro de 2014

Sem nós

Imagem: google

Gosto de você, gosto dessa nossa rotina que criamos sem perceber.
Gosto de você, gosto do teu riso largo enrugando o canto dos olhos.
Gosto de você e do seu jeito rock'n roll de ser.
Gosto de você rapaz e isso está mais que explícito.
Gosto desse emaranhado de livros, telefonemas, cartas e declarações.
Gosto desse nosso jeito diferente de ser.
Sem nós.
Só nós

sábado, 22 de novembro de 2014

A linha do horizonte

Imagem: Google

A vida é breve. Tão breve como uma gota d'água, como um sopro, um piscar de olhos.
Não sabemos o que levamos ou deixamos. Não sabemos o que há exatamente depois da linha do horizonte.
Só sabemos que ela está ali, mostrando que o oceano tem um "fim'.
A vida é um mistério e mistério não se revela.
Ao revelar-se deixa de sê-lo.
Uma coisa eu sei: viver é uma aventura rumo ao desconhecido...

domingo, 26 de outubro de 2014

Destino


Ele é noite, ela é dia.
Ela é tempestade, ele calmaria.
Ele é rock'n roll, ela é bossa nova.
Ele é chuva, ela é sol.
Mundos distantes formarão apenas um.
Eles ainda não sabem mas...
Seus caminhos se encontrarão.
Eu lhes pregarei uma peça.
Dessa vez com final feliz.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Futuro

Ele...
Incerto
Inseguro
MIsterioso
Confuso
Distante
Perto
Temido

Futuro

domingo, 7 de setembro de 2014

E então você chegou.


 
Imagem: we heart it

Não sei em que parte dessa cidade chamada vida nossas esquinas se encontraram.

Eu que não acreditava em destino hoje questiono se algumas coisas não estão previstas a acontecer.

Eu que não tinha a menor pretensão de me apaixonar, acabei me envolvendo sem perceber.

Sei que tive medo e continuo tendo, mas foi inevitável. Aconteceu: me apaixonei.

E então você chegou e mudou tudo de lugar...

E eu tenho que me adaptar.

E você é completamente culpado.

Não tente se isentar da culpa, foi você.

Você que me fez acreditar que meu coração ainda pode bater mais forte.

Que eu ainda posso esperar que o amor faça morada aqui dentro.

Escrito em 11/08/2014

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Deixei a chuva me molhar




A chuva caiu e deixei ela me molhar.

O homem falou: - menina olha a chuva!

Mas não me importei, deixei molhar.

Porque algum dia ela irá nos molhar, sendo nossa vontade ou não.
Então eu prefiro querer...
Eu li que a dor precisa ser sentida.
Acredito que a chuva também.
Quero que a chuva me molhe e me lave a alma.
Porque ás vezes é preciso molhar-se por dentro.

sábado, 23 de agosto de 2014

Decepções Literárias

Vi essa postagem na Revista 21, há muito tempo atrás e resolvi descrever minhas decepções literárias aqui também.


A ARTE DA GUERRA- Sun Tzu 


Uma amiga no 7º ano falava muito desse livro. Dez anos depois resolvi lê-lo, até porque outros amigos também já tinham me falado também. Em 2010 comecei a ler e simplesmente não consegui terminar a leitura, odiei completamente. Sublinhei algumas frases que isoladas faziam sentido pra mim. Só consegui concluir a leitura no ano seguinte. Sei que é um clássico milenar mas um tratado de guerra não é algo muito interessante, ao menos para mim.



Quem mexeu no meu queijo? - Spencer Johnson


A história de ratinhos e homenzinhos não me animou nem um pouco lembro de ter terminado logo a leitura só para saber o final da história. Sei que é uma história voltada para o ramo empresarial mas para mim não fez sentido algum. Achei bem chata para falar a verdade.



PARA SEMPRE-Kim Carpenter; Krickitt Carpenter 


A história é linda, linda mesmo, até por ser verídica. Mas não gostei da maneira como foi contada. Não sei, ás vezes parecia que tudo acontecia rápido demais. Sabe quando você assiste um filme e algumas cenas são cortadas? Ficou parecido. Passei toda a leitura imaginando como seria essa mesma história escrita por outro autor (Nicholas Sparks).

terça-feira, 29 de julho de 2014

A noite na cidade.

É noite na cidade.
As luzes se acendem.

A prostituta se põe à esquina.
O menino do semáforo acende um baseado.
O mendigo sente fome e frio.

A prostituta vende seu corpo como uma forma de sobreviver.
O menino usa a droga como válvula de escape da relidade
O mendigo busca a esperança em um pedaço de pão.

É noite da cidade. Todos dormem ou não?
É noite na cidade.
Todos dormem? Não.

sábado, 19 de julho de 2014

O que aprendi morando sozinha...


Uma das minhas metas no início desse ano era mudar de cidade, bem isso aconteceu e agora que vou ter mais tempo vou contar aos poucos como é morar sozinha em outra cidade. Para iniciar esse marcador: Home sweet home, vou falar um pouco do que aprendi logo no início...
 
  1. Comida estraga rápido.


Tem que ter uma noção de quanto vai comprar. Não comprar frutas, verduras e temperos em quantidade eles estragam rápido, principalmente tomates. Comprar por semana ou até duas vezes por semana é melhor.

 

  1. É difícil encontrar uma casa.

 
Estou morando de aluguel e a coisa mais difícil foi encontrar uma casa que eu gostasse e coubesse no meu orçamento. Até por se tratar de uma cidade do interior as estruturas das casas são diferentes. É raro encontrar casa de andares tipo apartamentos. Mas depois da procura encontrei uma ao meu gosto.

 

  1. Tem muitas coisas as se fazer em uma casa.

 Minha tarefa na minha antiga casa (de meus pais) se resumia em arrumar o meu quarto. Hoje vejo quanta coisa tem que se fazer em uma casa e, querendo ou não tem que fazer...caso contrário só vai acumular.

 

  1. É preciso anotar os gastos.


Não é questão de ser canguinha não, é planejamento mesmo. Aluguel, água, luz , celular etc. Tudo tem que ir para a ponta do papel para ter um controle mensal. Não correr  risco de faltar no meio do mês.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Escrever dói.

Escrever muitas vezes é um processo doloroso.
Dói não achar as palavras certas.
Dói ter que se desconstruir, tentando se reconstruir para enfim construir o texto.
Dói ver que o que você escreveu não é exatamente aquilo que queria expressar.
Porque o texto é um tecido de palavras emaranhadas entre si, costuradas pela linha dos pensamentos.
E pensamentos muitas vezes são desconexos.


P.S- texto sobre a escrita do TCC

quinta-feira, 26 de junho de 2014

TAG- Nacionais na minha estante

Imagem: We heart it
Vi essa TAG - no blog Arqleitura- e na busca por responder as questões acabei descobrindo que quase não leio autores nacionais e que os poucos que eu li, a maioria foi na vida escolar (hello adolescência) - preciso mudar isso URGENTE!. Bem vamos lá responder as questões:


1º Indique três livros nacionais que você tenha lido, gostado e que esteja na sua estante.

O largo da Palma- Adonias Filho- Da última vez que pesquisei ele estava fora de estoque. O livro narra várias histórias que acontecem em Salvador. De todas a minha preferida é a moça dos pãezinhos de queijo. Gosto da forma que o autor escreve, prende a atenção a minha única crítica é que traz uma visão estereotipada da Bahia sobre prostituição e outras questões. Mas gostei tanto do livro que o reli 5 anos depois de o ter lido pela primeira vez.

Dom casmurro- Machado de Assis: Um clássico que muita gente já leu (vestibular). Apesar de toda a polêmica que envolve Capitú: traiu ou não traiu? O livro termina com o suspense. A história é boa, a única coisa chata (para mim) é a dificuldade de entender as palavras- geralmente eu lia com um dicionário ao lado- visto o contexto histórico em que foi escrito.

O código da Inteligência - Augusto Cury: Autoajuda, mas trás alguns conceitos de psicologia e outra áreas. Gostei do livro e vou confessar que tenho uma coleção de Augusto Cury mas com o tempo fui percebendo que as temáticas dos livros eram geralmente as mesmas. E mudei de autores.


2º Indique um ou três livros nacionais que tenha na sua estante e que você ainda não leu.

O cortiço- Aluísio de Azevedo - Pretendo ler nos próximos meses.


3º Indique um ou três livros nacionais que não tenha na sua estante e que gostaria de ter. 

A hora da Estrela- Claríce Lispector- assisti uma peça sobre esse livro no Ensino Médio. Ainda não o li e quero muito ler.

O amor chegou tarde em minha vida- Ana Paula Padrão- Li a Sinopse e me interessei pelo livro. Traz uma reflexão sobre a mulher no atual contexto da sociedade brasileira.

domingo, 22 de junho de 2014

Sonho


Quando você abre mão de um sonho outra pessoa o agarra em seu lugar.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

A garota na escada

Eu vi uma garota sentada na escada.
Cabisbaixa, mão direita sob o queixo e os seus olhos pareciam não estar fitando lugar algum.
A garota parecia estar desanimada, desistente, solitária.
Tive vontade de chegar até ela e dizer: sorria menina, amanhã pode ser melhor que hoje.
Mas não pude, o ônibus seguiu o roteiro e a garota continuou na escada...
Triste, parada, inerte à vida que passa.

sábado, 7 de junho de 2014

Uma carta para mim

          Talita, não se assuste. Sei que o futuro parece assustador mais vou te contar umas coisas. Você está no ensino médio e tem medo de mudanças. Se arrisque mais, depois você vai ver que o medo não te levará muito longe e que você poderia ter aprendido muito mais sem ele. E deixa eu te contar um segredo até os 16 anos vai ser a melhor época da tua vida. Porque você terá amigos e tempo de estar com eles, saberá o significado de cumplicidade, união, enfim descobrirá o verdadeiro da significado da palavra AMIZADE. 
       Você vai sofrer aos 17 por uma paixão, acha que é o fim do mundo, mas não é, ainda não. Aos 18 anos você vai conhecer alguém e vai acreditar que é o amor da sua vida, e isso te trará grandes alegrias, mas grandes sofrimentos.(As pessoas nem sempre sentem o que dizem , e você vai perceber isso tarde demais). Sabe a Engenharia ? Você não vai cursar. Aos 19 você vai cursar Pedagogia e vai ter uma relação de amor e ódio com o curso, enfim não posso dizer como vai terminar porque ainda não terminei, mas será trabalhoso no final.
      A partir dos 20 você vai ser mais convicta e vai brigar por suas opiniões, mas não seja tão radical. Amigos nem sempre precisam pensar da mesma forma. Aos 21 você vai encontrar alguém especial, vocês vão ficar juntos por um tempo, mas por imaturidade (de ambos talvez) não ficarão juntos. Essa pessoa te fará muito bem mas a sua ida te trará uma dor imensa. Você vai sofrer calada, mas fará da escrita o seu refúgio. Suas palavras serão lidas por outras pessoas e isso te fará bem. A escrita vai se tornar uma paixão e trará amizades para você, de vários lugares do país.
      Você terá medo de se relacionar por medo de se machucar e isso é uma bobagem eu sei mas ainda não consegui modificar isso, vai ter que aprender a lidar. Você conhecerá seus irmãos que moram no Rio de Janeiro e vai descobrir que tem uma sobrinha linda e que parece contigo. Vai ser uma das maiores alegrias da sua vida. Você vai saber o real significado da palavra SAUDADES. Talita você vai se tornar corajosa, teimosa ou persistente. Vai correr atrás dos sonhos mesmo quando eles parecerem distantes. Nunca vai largar sua fé, mesmo nos momentos difíceis. Sua fé em Deus é a sua força. 
     Aos 23 anos você vai mudar de cidade e vai sentir um nó na garganta ao deixar teu pai na rodoviária e partir. Você vai aprender aos poucos como é morar sozinha e ter responsabilidades, você está em busca de crescimento e deixa eu te falar menina: você vai crescer. A dor nos amadurece. Apesar de tudo você é romântica e continua esperando alguém que te tire da rotina e escreva contigo nessa linha chamada vida. Vai descobrir que o melhor lugar é sua família.
     Sobre seu TCC- comece bem antes. Você vai escolher um tema complexo e terá receio em escrever. Escreva em tempo e fora de tempo. Você vai perder pessoas queridas mas vai ganhar anjos sem asas-amigos que vão aparecer quando você masi precisar. VocÊ vai ver que o dinheiro não é tudo e  nunca foi e que as pessoas que estão com você é que fazem a  diferença. Sobre a vida, não desanime menina você já venceu muitas batalhas e não é qualquer besteira que vai te derrubar. Você é mais forte do que imagina. Vai por mim, sou eu que estou falando. Quando chegar lá  você vai ver que eu estou certa. 

                                                                                          Você dez anos depois.

P.S- Estava rolando entre os blogs
ESCREVA UMA CARTA PARA SEU EU DE 10 ANOS ATRÁS.

domingo, 18 de maio de 2014

Despedida

Essa é a última carta que te escrevo. Nessa hora o seu caminho já é outro tão distante do meu, tão longe. Em que parte nos perdemos? Em que trecho deixei você partir?
Não tenho mais forças para lutar e hoje vejo o nosso amor esvaindo. O último fio de esperança se foi.
Você era o meu futuro e agora se tornou passado. Por que deixamos o nosso presente de lado?
Seguirei não como uma folha levada, mas como o vento.
Seja feliz meu bem. Onde quer que você esteja seja feliz...
Porque eu farei todo o possível para ser feliz também.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Notas tristes

Imagem: Google 

Folhas caem.
Pessoas se vão.
Promessas se quebram.
A vida tem dessas...
Momentos de quedas, idas, perdas
A vida ás vezes é uma melodia triste, com notas tristes.
Notas tristes também compõem uma canção.
Notas tristes também tocam um coração.

domingo, 13 de abril de 2014

Motivo

É Tão difícil achar as palavras certas.
É tão difícil acertar.
É difícil acreditar quando a próxima opção é desistir.
E meu coração se aperta procurando um motivo pra seguir

sexta-feira, 4 de abril de 2014


Tem gosto de fruta doce.
Tem cheiro de mar.
Tem o brilho do sol.
Tem mistérios no olhar.

sexta-feira, 28 de março de 2014

*-*

Não sei mas algo mexeu aqui dentro e eu não gosto disso.
Sabe cara eu já estou acostumada a ser só e ter alguém ao meu lado, não sei, parece me assustar.
Eu já me acostumei a viver sem laços ou amarras.
Já em acostumei a fazer o que der na cabeça sem ter que dar explicações.
Não sei mas eu já criei uma barreira com os sentimentos e então vem você e aparece sem motivo ou razão e desmonta tudo aqui dentro.
E o pior eu não percebi e agora que a ficha caiu eu não sei.
Só sei que hoje parei nos eu olhar e vi além do que deveria.
Eu me vi ali.
Pode ser ilusão...é só pode ser.
Mas eu senti, não sei.
Mas porque tinha que ser agora? Dessa forma? Nessa situação.
Eu estou indo e não quero que nenhuma parte minha fique aqui.
Você nem sabe mas eu quero viajar realizar meus sonhos. Não tenho tempo para me apaixonar.
E agora cara? Acho que me apaixonei.
Mesmo quando não deveria.
E agora perdi o rumo, quando acreditava ter a direção.

quinta-feira, 27 de março de 2014

O que realmente tem na minha bolsa.



Vi esse desafio no blog da Mariany e gostei. Uma vez vi em um filme: "quer conhecer sobre uma mulher? Olhe a bolsa dela" e para mim faz todo sentido.

Minhas bolsas geralmente são grandes tipo malas, sempre perguntam se vou viajar, rs. Mas no dia que tirei a foto (ontem) estava vazia pois só tinha ido a faculdade. Não tirei nada (exceto o celular para tirar a foto).

A bolsa- já está acabadinha coitadinha, mas gosto muito dela foi amor a primeira vista.

1- Estojo- Lápis e canetas e quinquilharias de papelaria não podem faltar.

2- Desodorante- Nem sempre levo uma necessaire então jogo o que for preciso na bolsa mesmo.

3- Estojo de maquiagens- na verdade é mais coisa para o dia, tipo-base, creme hidratante, batom lápis- mas quase nunca retoco nada. Levo por precaução mesmo.

4-Papéis- cartões de visita, notas fiscais,  e blá blá blá.

5- Salvador Card, cartão e documentos- raramente ando com carteira ou dinheiro.

6- Capa de máquina digital- coloco as moedas que me dão de troco.

7- Agenda- não funciono sem uma.

8- Remédio para gripe- estava resfriada esses dias.

9- Plástico do chip- não faço ideia porque guardei isso, rs

10-Folheto- me deram a alguns dias atrás.

11- Livro- Esse eu estou lendo para o TCC.

12-Biscoito - porque sempre tem que ter algo mastigável na minha bolsa, rs

Bom é isso, geralmente tem mais livros e mais papéis e alguns cabos emaranhados, rs

P.S- Quando bati a foto estava com sono e  não tive paciência para ajeitar as coisas bonitinhas e tal.

quarta-feira, 26 de março de 2014

A menina que vivia nas sombras.

                                                                                     Imagem: We heart it
Era uma vez uma menina que vivia nas sombras, ela já não enxergava muito bem devido a escuridão. Ela via tudo escuro, triste e vazio. Um dia um raio de luz pairou bem na sua frente, mas ela estava tão focada nas sombras que não enxergava a luz. A luz insistiu e brilhava cada vez mais forte, a menina então a enxergou mas o medo não a permitia deixar a luz entrar. Um dia a menina tomou coragem e estendeu as mãos sob o feixe de luz e viu que suas mãos eram belas, então deixou que aquela luz entrasse e mudasse a sua visão.
A menina que andavas nas sombras hoje reflete luz por onde passa.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Querido diário- dinheiro pra festa

O Ensino Médio é engraçado. Você nunca sabe o que vai encontrar na próxima esquina, ou no caso, no próximo corredor. Ao sair da sala tinha uns garotos pedindo dinheiro para uma festa. Quem disse que eu tenho dinheiro? E se eu tivesse quem disse que daria ? (apensa pensei). Alguns garotos são até bonitos mas possuem um ar de "Olhem pra mim, eu sou o tal". Não gosto disso! Na aula de inglês a professora pediu para que quem não estivesse com o nome na lista de chamadas fosse a coordenação para resolver o problema. Enfim...me mudaram de sala, vou ser da mesma turma que a Betty. A parte ruim é que já estava me adaptando a sala antiga, mas ok, mal posso esperar por esse ano (ironicamente falando).

quinta-feira, 13 de março de 2014

Tudo Menos Normal


Li esse livro ano passado, mas foi um livro diferente. Primeiro porque comprei pelo título, mas ao ler a sinopse não me interessei muito pela história (o enredo não era tão interessante). Ao ler me surpreendi, não com o enredo mas com o personagem. Jason Blake um menino autista de doze anos descreve o mundo como ele vê. Confesso que por vezes me perguntei se a autora estaria sendo fidedigna aos portadores desse "transtorno", mas vi no livro que ela pesquisou muito sobre o assunto. 
Gostei do personagem porque além de pensar diferente dos demais ele tem uma ligação intensa com as palavras eme envolvi tanto com ele que cheguei a sentir saudades do livro quando acabou a leitura.

Alguns trechos que mais gostei:

"As coisas acontecem e só"

"As pessoas não querem dizer tudo oq ue falam...então por que falam?"

"As palavras e as letras, só porque você não entende o significado delas, não significa que elas não tenham um."

"Um mais um são dois e então não estou mais com tanto medo."

"Toda palavra que você escolhe significa algo que você acha que significa e mais."

"Nunca me senti com sorte antes, que eu possa me lembrar, mas me sinto agora."

"Livros são como Brownies"

"Tudo o que somos, tudo que podemos ser, são as histórias que contamos."

Selecionei algumas, mas anotei muitas outras. Digam se não são apaixonantes as palavras de Jason?

Eu não falei antes, mas Jason escreve histórias em um site. Ele cria um personagem e posteriormente altera o enredo por conta das coisas que acontecem em sua vida. Não vou contar o restante senão estraga o final.

Uma leitura leve mas que não deixa de nos fazer refletir sobre o eu, o outro, os demais e que somos diferentementes iguais.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Pois, ia.


Está tudo tão formatado
Mas eu não caibo na forma.
Eu sou letra cursiva que corre pelo papel
Em curso de poesia.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Sobre mudanças...(minhas)

                                                                                   Arquivo Pessoal

Eu decidi mudar: mudar de vida, mudar de cidade.
Porque eu cansei dos engarrafamentos.
Porque eu cansei de ir sempre ao Shopping seja para pagar contas, comer, comprar, sair com os amigos...
Cansei de ver todas as meninas vestidas iguais ou parecidas.
Cansei de ver todo mundo querer parecer ryco, phyno, dyvo (nada contra, mas cansei).
Cansei dessa vida super agitada e super estressante.

Talvez eu queira acordar mais cedo mas sem necessariamente dormir menos.
Talvez eu queira sentir o cheiro do café em pó pela manhã.
Talvez eu queira aprender a cozinhar.
Talvez eu queira começar minha vida do"Zero", construir meu futuro degrau por degrau.
Talvez tenha chegado a hora de ser independente, sair do aconchego da casa de meus pais mas sem esquecer de que eles estarão aqui como porto seguro sempre que precisar.

E eu sei que caso essa nova vida não dê certo ou eu me canse dela também, ao amanhecer terei uma nova chance de recomeçar e fazer tudo diferente de novo.
E quem sabe nessas idas e vinda eu encontre um amor.
E quem sabe nessas idas e vindas eu encontre você.

sábado, 1 de março de 2014

Em meus sonhos.


Em meus sonhos você me beija na chuva.
Em meus sonhos você pede a minha mão e eu seguro a sua.
Em meus sonhos eu sigo para o altar sem medo de errar pois sei que você é a escolha certa.
Em meus sonhos temos uma casa e um filho.
Em meus sonhos você chega do trabalho e se joga no tapete para brincar com ele e eu fico feliz por ter uma família contigo.
Em meus sonhos apesar das brigas somos um casal feliz.
Em meus sonhos somos a caneta e o papel, o leite e o chocolate.
Em meus sonhos ficamos velhinhos na cadeira de balanço lembrando do nosso tempo juntos.
Em meus sonhos você é  a cor que pinta a escuridão.

Não sei em qual parte da realidade você se perdeu, mas em meus sonhos você sempre foi e sempre será parte da nossa história.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Intraduzível

Não tem palavras que descrevam por mais que eu tente.
Não sei explicar.
Lágrimas, lembranças, medo, tudo misturado.
Uma sensação "indefinível".
Frio na barriga, risos, olhos brilhando.
Falta, tristeza,.
A verdade é que já não sei mais, me perdi nessas idas e vindas já não sei quem sou.
Já não sei mais de mim.
Nem de você 
Nem de nós
Quantos nós!
Tentam nos embaralhar.
Amor e ódio
Odeio te amar!
Mas amo você
Isso é tão clichê que chega a ser ridículo e piro...
Na esperança de encontrar uma palavra para descrever.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Querido Diário- Nada normal

O meu jeito de te amar by Catedral on Grooveshark

É não sou normal, paguei um mico no primeiro dia de aula, mico não- KING KONG.
A escola é tão cheia de regras e só temos 10 minutos de intervalo, pense 10 minutos dá pra fazer o que ? Tenho que escolher entre a fila do banheiro e a fila da cantina. Eu sei que sou Ensino médio e tal, mas só tenho 13 anos...
Se ao menos eu fosse como as outras garotas, mas eu sou estranha: vivo nas estrelas, cabeça longe. E vamos dizer: uma garota alta, magricela, quatro olhos e desengonçada não tem nada de atraente.
Peraê!!! Quem disse que eu quero ser atraente?

Vou dormir que é melhor.


P.S- Conheci uma menina lá na sala, ela é legal mas fala pelos cotovelos.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Para esse ano...

Tenho muitos projetos para esse ano, não listarei todos aqui, só alguns.  Eu realmente espero que dê tempo de realizá-los.

- Concluir meu TCC - I Need!!!

- Mudar de cidade - Não aguento mais o trânsito de Salvador.

- Ir à Chapada Diamantina- Espero fazer a viagem após a formatura.

- Participar de alguns eventos de Literatura - Quero aprender mais.

- Novos rumos para o blog- Surpresaa!!!


Bom, o Mestrado ou Pós eu  pretendo deixar para o ano que vem.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Blogs que curto - Adoce com Limão

Imagem: Adoce com limão

Desde 2012 que eu estava com a ideia de falar de alguns blogs que eu gosto, mas estava sem tempo. Agora que estou com tempo decidi fazê-lo.Vale ressaltar que os textos aqui não são a verdade absoluta, mas apenas a minha opinião.
Para inaugurar esse marcador vou falar do meu blog favorito: o Adoce com Limão da Simone Oliveira. Conheci a Simone por acaso, procurando imagens no Google  fui parar no blog dela, na época ainda era o Entrelinhas - blog composto de citações de escritores conhecidos e alguns poucos textos da Si. Lembro-me que na época me questionei por que ela não escrevia mais, já que escrevia tão bem. Com o tempo ela passou a  escrever mais e criou o Entreminhaslinhas (acho que era esse o nome) que depois veio a tornar -se o Adoce com Limão.

Por que eu gosto do blog? Porque fala de amor, mas não é só isso, em uma de suas descrições a Simone falava "Escrevo ácido que é pra doçura não enjoar". O blog é assim, alguns textos são bem diretos e mostram uma sinceridade nítida nas palavras. Me identifico muito com os textos do Adoce com Limão: medos, dúvidas, mudanças de conceitos, também são abordados no blog.

O meu texto preferido é o: Dos medos - bobos eu sei. Abaixo segue alguns trechos dele:

"Tenho medo. É, medo. Você não entende. Eu sei. Tenho medo que essa falta que eu sinto seja saudade mesmo. Medo que você chegue de novo e me mostre tudo que eu quero ver "

"Sou medrosa. Você entende? Não. Eu sei. Eu só tenho medo, medo dos meus sentimentos. Medo de dizer o que sinto, medo do que sinto. Eu me escondo aqui e você me acha. Tenho medo de me perder, medo de não te encontrar. Medo de te encontrar. Tenho medo disso - esse nó, essa saudade, esse tumulto, esse frio, essa insônia – isso tudo, sabe, tenho medo disso tudo ser amor."


Ultimamente o blog não tem sido atualizado, mas eu super indico a leitura.




domingo, 2 de fevereiro de 2014

~> Querido diário- Primeiro dia de aula.

Seria um dia normal se não fosse o meu primeiro dia de aula em uma escola nova e maior, sem contar que agora sou ensino médio e sei que vai ser tudo diferente, não sei se isso é bom ou ruim. Na ida para escola encontrei a Betty e a Carmem no ônibus aí está uma das partes ruins de estudar em uma escola maior,se deslocar, pegar ônibus.
Quando chegamos na escola fomos para a quadra pois haveria uma apresentação geral lá, eu não estava me sentindo bem ali. A quadra grande e todas aquelas pessoas em olhando, estava me sentindo completamente estranha.
Quando acabou a apresentação, no corredor três rapazes se aproximaram para falar com a Carmem, um deles veio se apresentar a mim e em um ato impensado de defesa eu recuei. Eu não era muito de falar com garotos e nunca havia me apresentado formalmente a algum. Ao recusar-me  a apresentação um colega do sujeito começou a "zoar " da cara dele (fiquei até com pena) e fiquei com uma vontade imensa de enterrar meu rosto em algum lugar. Sei que vou ser marcada na escola por conta disso é já comecei bem... sqn.

P.S - Para conhecer a personagem desse marcador leia aqui.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Olhares

Imagem: we heart it

Ele a olhou, ela retribuiu o olhar. 
Ele tinha o mar nos olhos, um mistério indecifrável.
Ela tinha medo de se perder naquele mar.
Ele lembrava brisa de verão, ela ventania.
O tempo passou e eles não se falaram, mas os olhares voltaram a se cruzar.
Que força que a atraía para aquele rosto?
Que motivo o despertava a fitar os olhos nela?
Ele a olhou, ela o olhou.
Ambos se viram um no outro.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Na beira do lago.

Imagem: Google

A lua reflete no lago e libero uma lágrima pelo rosto.
A lágrima de um amor tão doce, tão profundo.
Um amor que me rasga a alma.
Ouço um rádio de pilha e a canção que tocou me fez lembrar você, meu amor, meu bem-querer.
E penso em como seria minha vida sem ti...
A verdade é que já não consigo imaginar como ela seria.
Você se faz presente em meus coração em meus pensamentos.
Você é a presença que me apraz.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

As quatro cores do meu Brasil


Tem mais ou menos um ano que participo de um grupo o E.B (Elite Blogueira) como parei lá é uma longa história. Uma vez procurando imagens para colocar em meu blog acabei parando no blog da Simone o Adoce com Limão,que na época ainda era o Entrelinhas adicionei ela no facebook e mantivemos contato. A Simone me adicionou em um grupo de blogueiros, depois comecei a participar dos Desafios blogueiros:onde era escolhido um tema por semana e os participantes escreviam sobre aquele tema (tem o marcador aqui no blog) em uma conversa com a Maria Fernanda me convidou para participar da Elite e fui parar na E.B.

No início falava pouco mas aos poucos fui me aproximando e o legal do grupo é que cada um é de uma cidade, de um estado diferente. Dá vontade de conhecer todos os tchês, uais, oxes,  enfim
Já conheci a Aline Santos que escreve no Epífises de uma Pérola Sonora. A Aline mora em Salvador e estuda na mesma universidade que eu, mas não nos conhecíamos antes da E.B, apesar de termos amigos em comum na faculdade. Daqui da minha terra (olha como sou possessiva, rs) ainda falta conhecer pessoalmente a Emi e a Deise que também tem amigos em comum comigo e a Deise que mora pertinho de mim. Mas eu queria conhecer a todos, todos que estivessem dispostos a me conhecer e serem conhecidos, trocar histórias e risadas. Seria bom, descobrir mais uma parte das quatro cores do meu Brasil.




quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Sobre o que virá....


Eu ando assim, meio calma , meio confusa. Com uma vontade imensa de ser feliz, de abraçar o mundo e ao mesmo tempo pensando nas injustiças que existem nessa Terra. O fato é que eu quero mais, mais do que uma rotina casa-igreja-trabalho-facul. Eu quero fazer algo diferente e ajudar os outros direta ou indiretamente. Não sei ainda o que vai ser do meu futuro quando eu me formar, se vou me mudar ou não. Como vai ser a minha vida na cidade nova, caso eu mude, não sei. Só sei que quero mais conquistas, mais desafios e novas conquistas, enfim... porque ontem já passou e o futuro é agora.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Camila

Oi meu nome é Camila, mas podem me chamar de Mila, sou uma antissocial, meio nerd, meio desajeitada, vou fazer 14 anos e tenho um monte de dúvidas. Não sei o que vai ser do meu futuro e minha mente parece um vulcão em erupção, mas por fora aparento ser uma pessoa tranquila, timidez é meu sobrenome e sou romântica por natureza, não sei se isso é bom ou ruim mas espero descobrir.

* Camila é a autora/personagem do marcador Querido Diário.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

*

Imagem: John Costa

"Em certos momentos somos uma pequena embarcação que precisa ajustar o seu curso e .seguir outra direção para poder continuar."


Escolhas que determinam Atitudes - Silas Malafaia

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Meu, seu, nosso.

Imagem: John Costa 

Meu amor não é só meu.
Meu amor também é seu.
Seria nosso se quisesses.

sábado, 4 de janeiro de 2014

Hellooo 2014!

É gente 2014 chegou e com ele muitas idéias na caixola. A princípio eu quero mudar o layout, mas para isso antes preciso encontrar um novo estágio, já que não entendo nada de layouts terei que pagar pelo trabalho. Estou pensando em mudar o nome sei que esse já é o terceiro blog e o segundo nome , mas é que as coisas mudam, as pessoas mudam e eu mudo o tempo todo e para falar a verdade cansei de só falar de amor e romances (antes que pensem não falarei sobre moda), mas é que eu quero explorar outros tipos de textos e assuntos, enfim essa parte do nome ainda está em aberto.

Como parte das novidades esse ano terá um novo marcador: Querido Diário. Queria um título melhor mas ainda não encontrei. Bom nesse marcador estarão textos relatando a história de uma garota de 14 anos, seus dilemas, anseios, preocupações, micos e etc. A história será contada em primeira pessoa e seu cenário principal o ambiente escolar. Não sei ao certo como vai ser mas estou indo. Resolvi " me jogar" mais na escrita e vamos ver no que vai dar.

Obrigada pela visita e volte sempre!

A casa é sua pode entrar...

Ficaria.

        Imagem: Arquivo pessoal

Se você soubesse que a minha vontade de ir embora vem de você. É, cansei de pensar em você, sonhar com você, respirar você.
Se você soubesse que toda essa vontade de fugir é para não te ter por perto. Porque você por perto não passa de uma ilusão, um sonho inalcançável, uma miragem no deserto.
Se você soubesse que na verdade tudo que eu queria era o oposto disso. Eu queria ficar, perto junto, pra sempre.
Se você soubesse o meu real motivo de ir, me pediria pra ficar.
Mas não sabe, não pede e eu vou.