quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Espelho

Imagem: Google

Andei por tantos caminhos, tantos que você nem sabe.
Uns certos, outros nem tão certos assim.
Já derramei inúmeras lágrimas, incontáveis. Por não ser quem eu queria ser, por medo.
Eu lutei e ainda luto comigo todos os dias e digo a mim mesmo: Amanhã será melhor.
Tem que ser.
Tento descobrir quem sou.
Junto o que restou, buscando formar um novo eu.
A questão é: não me reconheço mais diante do espelho.
Meu Deus como envelheci...
Em meus olhos um cansaço que outrora não havia.
Ah como eu queria voltar no tempo e fazer tudo diferente.
Brigaria menos, sorriria mais, visitaria meus parentes e amigos.
Dançaria.
Viveria.

Só desejamos a vida quando ela já está de partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toque uma nota.