terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Em contos de fada.


Foi estranho. Sentiu o seu coração acelerar, ficou nervosa...mas como assim? Era só uma paixão infantil de uns 12 anos atrás. Mas estava ali vendo-se diante dele, trocando as palavras, as sílabas. Não sabia o que estava acontecendo. Será que ele percebeu? Após a saída dele, abaixou a cabeça numa tentativa inútil de tentar entender o que estava acontecendo - Merda (pensou alto). Por que se desestabilizou assim se já se reencontraram tantas vezes e se o seu coração quase involuntariamente pertencia a outro alguém? Então lembrou-se dos contos de fadas e de quando criança e imaginava que ele era seu príncipe. Que em sua cabecinha de menina sonhadora viveriam felizes pra sempre desconsiderando todos os percalços do caminho. O fato é: esteve com seu príncipe, mesmo sendo seu príncipe só em outro tempo, em outra dimensão, só em seus sonhos de criança, só nos contos de fada. Contos de fada são surreais e a realidade da vida é outra e quando esses mundos se cruzam devem entrar em choque... é deve ter sido isso.

Escrito em 16/11/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toque uma nota.