segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Do lado de fora da janela.

Homem sentado ao meio -fio de uma BR.
Cabeça baixa, barba grande, sinais e vestígios de descuído dele e/ou da sociedade.
O que trazia aquela vida? Quais marcas?
Por que olhava tão fixamente para o chão de uma BR?
Passo dentro do veículo em alta velocidade, mas aquela cena ficou em minha mente.
Será que alguém mergulhou fundo em seus olhos?
Alguém além do chão?


4 comentários:

  1. Os pensamentos voam longe, quem sabe até ultrapassam barreiras como um asfalto quente de br, pra alcançar um olhar, um sonho, um nada. Quem sabe?!

    ResponderExcluir
  2. Shoooooooooow, parabéns.


    http://lagrimasdeumgaroto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É Ana os pensamentos decolam mesmo e nem sempre sabemos onde vão parar.

    ResponderExcluir

Toque uma nota.