sábado, 11 de junho de 2016

Passos opostos



Passaram o dia juntos, em casa mesmo queriam uma rotina a dois, apenas. No dia seguinte ela levantou primeiro do que ele e se arrumou sem fazer barulho algum, escreveu um bilhete e o prendeu na porta da geladeira.
Ao acordar ele se deparou com a sua ausência e um bilhete na geladeira: - Que os nossos caminhos se encontrem...acho que te amo!.
Não acreditava no que estava vendo. Como assim? Como ela foi embora? Como teve a coragem de pegar o primeiro voo sem sequer, dizer adeus? Perguntas ecoavam sobre a sua cabeça.
Enquanto isso ela estava no avião observando a cidade tornar-se minúscula pela janela. Lágrimas escorriam pela sua face, enquanto pensava se teria tomado a decisão correta. Será que não poderia ao menos ter se despedido?
Escolhas, sempre elas...


Continua...

Primeira parte - Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toque uma nota.