sábado, 8 de outubro de 2016

Clamor da meia noite

Quando chega a noite e você está só.
Só há você e o travesseiro.
Você e o papel.
Quando as palavras não bastam .
Quando a dor não passa.
Quando você quer se esconder.
Quando as forças se acabam.
Quando a voz não ecoa
Quando o sorriso dissipa.
Só lhe resta um clamor.
O clamor de um coração que procura descanso.
O clamor de uma alma que procura abrigo.
O clamor de uma filha que precisa do Pai.
O clamor é a oração dos aflitos.


5 comentários:

Toque uma nota.