terça-feira, 15 de agosto de 2017

Sobre a dor e a delícia de ser.


Os dias tem andado cinzas.
Eu tenho estado impaciente e mais intolerante com algumas coisas.
Não permito mais que me julguem sem saber de fato o que acontece.
Não permito que me façam sofrer além do necessário.
Pode até parecer egoísmo mas comecei a pensar em mim.
Tem dias que a vida pesa, cansa e ninguém além de mim e Deus vai saber o peso que recai sobre meus ombros.
Ninguém além do travesseiro sabe a quantidade de lágrimas.
Não sigo receitas ou clichês e já errei pra caramba...mas pode ter certeza que cada dia tento ser uma pessoa melhor.
Descobri que a minha família é o maior tesouro que posso ter em meus amigos uma fonte de alegria.
Só que tem dias que eu quero me trancar por dentro e por fora.
Calar apenas e só ouvir a voz do coração.
Porque como diz o poeta "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é".
E eu sigo sendo...

3 comentários:

  1. Acredito que quando a gente aprende e se aceitar e amar, as opiniões externas já não tem mais tanto penso assim na nossa vida e aprender a reconhecer aquilo que realmente importa como você disse a família, os amigos de verdade.

    ResponderExcluir
  2. "Só que tem dias que eu quero me trancar por dentro e por fora.
    Calar apenas e só ouvir a voz do coração." essa parte é muito eu. Há dias que apenas quero me afogar em mim mesma, e buscar me resolver comigo mesma.

    Até mais! O/
    Karolini Barbara

    ResponderExcluir
  3. Não acho que seja egoísmo, acredito que seja amor próprio.
    Me encontrei em suas palavras e não existe nada melhor que nos aceitar e escutar o nosso coração <3

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir

Toque uma nota.